Prêmio Ecoera

Criado pela consultora Chiara Gadaleta, o Prêmio nasceu com o objetivo de chamar a atenção do mercado de moda e beleza e design para as práticas conscientes em toda a cadeia produtiva e criar uma fotografia da indústria da moda, da beleza e do design no Brasil, com indicadores de sustentabilidade.

Baseado em 4 pilares, as empresas inscritas são analisadas no que diz respeito a sua atuação e impacto no meio ambiente, na comunidade, nos trabalhadores e na governança.

Com a metodologia do Sistema B, movimento global que certificou mais de 1800 empresas até hoje e atua em mais de 50 países, o Prêmio ECOERA tem como missão promover empresas conscientes e multiplicar essas práticas por toda a indústria.

As categorias:

O Prêmio ECOERA é dividido em três categorias: PLANETA para as empresas que se destacaram na pontuação relacionada as práticas ambientais, PESSOAS, na pontuação referente a relação com trabalhadores e comunidades locais e a ECOERA, englobando as duas ultimas, sendo o prêmio de maior importância e com resultados de pontuação maiores. Em cada uma delas serão premiadas pequenas, até 49 funcionários; médias, até 249 funcionários e grandes empresas, acima de 250 funcionários.

O Prêmio 2015: a primeira edição

A primeira edição do Prêmio ECOERA representou um momento importantíssimo nos mercados de moda e beleza no Brasil onde , pela primeira vez , personalidades, acadêmicos, Imprensa e empresários se reuniram para falar sobre as questões sociais e ambientais.

Com mais de 80 empresas inscritas, os finalistas da primeira edição do Prêmio foram, na categoria PLANETA com até 49 funcionários: ETNO Botânica ( empresa de tingimento ecológico), Aurora Moda Gentil ( acessórios) , Terra da Garoa ( moda ), Bioart (maquiagens e cosméticos ), Flavia Aranha ( moda) ; e com mais de 49 funcionários, Grupo Lunelli ( têxtil e confecções) , Dudalina S.A. (moda) e Reserva (moda)

Na categoria PESSOAS com até 49 funcionários, Insecta Shoes ( calçados), Bazar da Praça ( e-commerce e Market place) , Lokalwear ( bijus) e Catarina Mina ( acessórios) ; e com mais de 49 funcionários, Dudalina S.A., Grupo Lunelli e Reserva.

Na categoria Prêmio ECOERA com até 49 funcionários, Etno Botânica ( empresa de tingimento ecológico) , Feitiços Aromáticos (cosméticos) , Bioart ( maquiagens e cosméticos) , Insecta Shoes, Catarina Mina e Bazar da Praça; e com mais de 49 funcionários , Dudalina S.A., Grupo Lunelli e Reserva.

Além das seis premiações por pontuação, o Conselho homenageou empreendedores e projetos sociais de relevância para os mercados de moda e beleza.

A cerimônia de premiação aconteceu no Centro Universitário Belas Artes e contou com a participação de profissionais renomados como Fafá de Belém, Daniela Falcão, Costanza Pascolato, Alex Atala, Lilian Pacce dentre outros.

Os grandes vencedores de 2015 foram na categoria PLANETA , a ETNO Botânica e a Lunelli, na categoria PESSOAS, a Catarina Mina e a Reserva e na categoria Prêmio ECOERA , a Insecta Shoes e a Dudalina.

 

Fonte: http://www.designbrasil.org.br/agenda/premio-ecoera/